Cuiabá, 25 de Junho de 2024

POLÍTICA & PODER Terça-feira, 11 de Junho de 2024, 08:18 - A | A

Terça-feira, 11 de Junho de 2024, 08h:18 - A | A

projeto de lei

Beto Dois a Um apresenta PL que institui Dia da Música Sertaneja em MT

A proposição cumprirá pauta por 5 sessões ordinárias até ser votada em plenário, o que deve ocorrer no início do segundo semestre de 2024

Da Redação

Apresentado pelo deputado Beto Dois a Um (União), foi aprovado na Comissão de Educação por unanimidade o projeto de lei que institui o “Dia da Música Sertaneja” em Mato Grosso. A data a ser celebrada é 13 de julho, dedicada ao nascimento do jornalista, escritor, poeta, compositor, cantor e produtor musical Cornélio Pires.

“Foi Cornélio [Pires] o precursor da música sertaneja, por assim dizer. Por isso ficou conhecido como o ‘Bandeirante da música caipira’. Foi ele o responsável por popularizar o gênero, é dele a primeira gravação que chegou aos grandes centros. A primeira música caipira gravada em disco se chama ‘Jorginho do Sertão’. Foi composta por Cornélio Pires e interpretada pela dupla Mariano e Caçula”, explica o parlamentar e cantor sertanejo Beto Dois a Um.

A música sertaneja é um gênero genuinamente brasileiro que surgiu nos idos da década de 1910. Muito popular nos estados de Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais e São Paulo.

“É inegável a contribuição da música sertaneja na geração de emprego e renda. Desde os eventos menores até os de grande porte, é substancial a demanda por mão de obra envolvendo profissionais de montagem de estrutura, palco, iluminação, técnica de som, músicos, artistas, segurança, transporte, passando pelos vendedores ambulantes, bares, lanchonetes, restaurantes e hotéis”, destaca Beto.

Os eventos de música sertaneja em Mato Grosso movimentam de forma significativa os setores do turismo, da arte, da cultura e do lazer, contribuindo expressivamente na divulgação do estado.

A proposição cumprirá pauta por 5 sessões ordinárias até ser votada em plenário, o que deve ocorrer no início do segundo semestre de 2024.

Comente esta notícia