Cuiabá, 25 de Junho de 2024

ENTRETENIMENTO Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 13:51 - A | A

Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 13h:51 - A | A

música

Chappell Roan levou 10 anos para se tornar um sucesso da noite para o dia

Pop Line

Não é mais novidade quando uma música mais antiga vai parar no Top 50 do Spotify Global. No caso de Chappell Roan, “Good Luck, Babe!” até que não levou muito tempo para se destacar nas paradas, demorou só um mês e pouquinho… E ok, isso até pode parecer muito para alguns artistas, mas você sabia que a cantora de 26 anos esperava sua vez na fila do sucesso há praticamente uma década?

Chappell Roan nasceu em Willard, uma cidadezinha de 6 mil habitante no Missouri, Estados Unidos. Ela começou a publicar covers no YouTube quando tinha 14 anos, até assinar com a Atlantic Records em 2017. Na época, a cantora precisou se mudar para Los Angeles e lançou um EP chamado “School Nights”. Mas a parceria só durou quatro anos e, em 2020, ela foi dispensada pela gravadora.

 Em entrevistas, Chappell Roan revelou que a demissão antecedeu o término de um relacionamento de quatro anos, que, segundo especulações, teria servido de inspiração para a música “My Kink is Karma” (2022). Ou seja, a cantora viu sua vida profissional e amorosa desabar praticamente ao mesmo tempo.

 Então, durante um intervalo de dois anos, ela trabalhou como assistente de produção, babá e barista. Em determinado, Chappell Roan precisou voltar para sua cidade natal a fim de juntar dinheiro suficiente para se lançar como uma artista independente.

Porém, tudo mudou quando um produtor chamado Dan Nigro, com quem ela tinha trabalhado em 2020 na música “Pink Pony Club”, a convidou para integrar sua própria gravadora, a Island Records. Juntos, eles fizeram o álbum de estreia dela “The Rise and Fall of a Midwest Princess“, lançado em 2023.

 Inclusive, o produtor também foi o responsável por conectar Chappell Roan com Olivia Rodrigo e ela foi escolhida para abrir os shows da “Guts World Tour”. De quebra, ainda foi convidada para fazer a Segunda Voz de algumas músicas da colega, como “Lacy”, “Obsessed” e “Can’t Catch Me Now”, que integra a trilha sonora do filme “Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes”. Isso significou o começo de uma nova era para a cantora, até o eventual boom com “Good Luck, Babe”, single lançado em abril.

Agora, Chappell Roan coleciona mais de 162 milhões de streams no Spotify com a canção, além de acumular cerca de 19,4 milhões de ouvintes mensais. Ela precisou deixar os shows de abertura da turnê de Olivia Rodrigo para surfar suas próprias ondas em festivais como o Coachella 2024, o que acabou impulsionando ainda mais a busca pelo seu nome nas plataformas e redes sociais.

No fim das contas, tudo isso só reforça que a gente realmente não pode controlar o tempo das coisas, mas se for pra ser, nada poderá impedir. Good Luck, Chappell Roan!

 

Comente esta notícia