Cuiabá, 12 de Julho de 2024

POLÍCIA Terça-feira, 25 de Junho de 2024, 07:31 - A | A

Terça-feira, 25 de Junho de 2024, 07h:31 - A | A

monitorado por tornozeleira

Criminoso envolvido em roubos a mão armada em Cuiabá é preso

Investigado era monitorado por tornozeleira eletrônica, mas mantinha o dispositivo desligado para a prática de crimes

Da Redação

Um criminoso, investigado por envolvimento em pelo menos três roubos à mão armada na capital, foi preso pela Polícia Civil nesta segunda-feira (24), em uma operação conduzida pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

O suspeito, de 29 anos, teve os mandados de prisão temporária e de busca e apreensão decretados pelo Núcleo de Inquéritos Policiais (Nipo) de Cuiabá, pelo crime de roubo majorado pelo concurso de pessoas e uso de arma de fogo.

As investigações da Derf Cuiabá apontam que o suspeito está envolvido no roubo de um mercado ocorrido em 23 de março, no bairro Santa Cruz II. Na ocasião, três homens, utilizando um veículo VW Voyage, pararam em frente ao estabelecimento e anunciaram o assalto.

Os criminosos, armados, entraram no comércio disfarçados de clientes, renderam os funcionários e roubaram mais de R$ 1 mil em dinheiro e mercadorias. Após o crime, os suspeitos fugiram do local.

Assim que foi acionada, a equipe da Derf Cuiabá iniciou diligências para identificar os envolvidos. Com base nas informações das vítimas e na análise das câmeras de segurança, foi possível identificar o suspeito como um dos autores do crime.

O veículo utilizado no roubo foi localizado no mesmo dia, no bairro Três Barras, próximo ao bairro Jonas Pinheiro III, onde o suspeito reside.

Segundo o delegado titular da Derf Cuiabá, Guilherme Bertoli, o suspeito é um criminoso contumaz e de extrema periculosidade. Ele estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica, porém deixava o dispositivo desligado.

“Ele é investigado em outros dois crimes de roubo majorado na capital, ocorridos nos dias 8 e 14 de março. Em um desses roubos, ele subtraiu uma pistola e um carregador com 15 munições de um policial militar, arma que possivelmente foi usada no assalto ao mercado”, disse o delegado.

Comente esta notícia